Instruções de utilização (Grow Bag)

1

Colocar a placa de cultivo na superfície onde se vai cultivar, tendo em conta que a distância entre elas deve ser superior a 2 centímetros. Para que o conteúdo fique numa posição correta na embalagem, a placa, comprimida, deve estar centrada dentro do saco. Sabemos que está bem colocada se o texto impresso na embalagem se puder ler.

2

Hidratar a placa furado as goteiras na parte superior. Aplicar água em intervalos curtos e esperar 10 minutos. A quantidade de água necessária por placa será de 75% o volume final de expansão, que se atingirá após 24 horas.

3

É muito importante neutralizar a fibra de coco para evitar que, nas primeiras fases da planta, os catiões que este material contém de forma natural (sódio e potássio) desequilibrem a solução nutritiva. Este processo realiza-se de forma muito simples:
a. No momento da expansão, introduziremos catiões divalentes de cálcio (Ca+2) e magnésio (Mg+2) para deslocar os catiões de potássio (K+) e sódio (Na+), presentes na fibra de coco.
b. Aplicaremos uma mistura de 1 kg de nitrato de cálcio (CaNO3) com 300 gramas de sulfato de magnésio (MgSO4) por cada 1.000 litros de água.

4

Ao aplicar a água em intervalos curtos, o coco hidrata-se lentamente e atinge o máximo volume de expansão em 24 horas. Durante esse tempo, as placas deverão estar em contacto com a solução de cálcio (Ca+2) e magnésio (Mg+2).

5

Fazer os orifícios de drenagem e plantação, no caso de a placa já vir previamente furada. Depois de a expandir, é necessário fazer os buracos de drenagem na embalagem, realizando 3 pequenos cortes na parte inferior de cada lado da placa. Também faremos vários cortes na base superior para poder introduzir a planta (buracos de plantação).

6

Lavar as placas apenas com água para que o cálcio (Ca+2) e o magnésio (Mg+2) permaneçam e o sódio (Na+) e o potássio (K+) desapareçam.

7

Verificar a condutividade elétrica da água de drenagem da placa (água que sai) até conseguirmos valores de condutividade semelhantes aos que apresenta a água de rega (água que entra).

8

Saturar o substrato com a solução nutritiva inicial, deixar em contacto durante 24 horas.

9

Fazer os orifícios de drenagem e plantação, no caso de a placa já vir previamente furada. Depois de a expandir, é necessário fazer os buracos de drenagem na embalagem, realizando 3 pequenos cortes na parte inferior de cada lado da placa. Também faremos vários cortes na base superior para poder introduzir a planta (buracos de plantação).

10

Fazer o transplante introduzindo a planta nos buracos de plantação da placa e aplicar rega e nutrientes.

11

Durante o cultivo deve fazer-se um controlo contínuo da condutividade elétrica e do pH, e manter os níveis adequados de drenagem para evitar a acumulação de sais no substrato.